Evento da Abadi vai discutir ações para economia do recurso e para redução de custos

//Evento da Abadi vai discutir ações para economia do recurso e para redução de custos

Evento da Abadi vai discutir ações para economia do recurso e para redução de custos

forum-agua_abadiSaber cuidar da água e usá-la de forma consciente é cada vez mais urgente em tempos de crise hídrica. Vale lembrar que o ano de 2014 foi o mais quente registrado no planeta, segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM), órgão especializado das Nações Unidas.

No Brasil, a situação é alarmante e ações devem ser adotadas nos condomínios para que o recurso seja usado de maneira eficaz. Pensando nisso, a Abadi (Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis) vai promover no dia 8 de maio, sexta-feira, o Fórum Abadi da Água, das 13h às 18h, no auditório da Bolsa de Valores, no Centro.

Serão abordadas questões como as razões para a crise no país, quais iniciativas os síndicos podem adotar para reduzir o consumo e se é possível utilizar a água de chuva nos edifícios. Entre os especialistas participantes estão Adilson Roque dos Santos, arquiteto urbanista, paisagista e doutor em Ecologia Urbana pela Uerj, e Mário Moscatelli, biólogo e mestre em Ecologia pela UFRJ.

“Despertar a consciência das pessoas para o assunto é o grande objetivo do fórum. Antes de falar em redução de despesa condominial, já que a água representa quase 25% do custo do condomínio, é preciso apresentar ideias a serem colocadas e prática, pois são elas que vão garantir a diminuição das despesas”, destaca Deborah Mendonça, presidenta da Abadi e diretora da Cipa, administradora de condomínios. Ela diz ainda que no encontro será lançada uma cartilha com todas as orientações para síndicos e administradoras de imóveis.

“O material será entregue no final do fórum e depois estará disponível no portal da Abadi”, conta a presidenta da associação. As inscrições para o evento podem ser feitas pelo www.abadi.com.br ou pelo 2217-6950. Não é cobrada taxa de inscrição, apenas o ingresso solidário – um quilo de alimento não perecível, que será doado a instituições de caridade.

Ações nos novos condomínios 

Condomínios lançados recentemente já oferecem alternativas para driblar a crise e garantir um bom uso do recurso. No NeoLink, da Dominus Engenharia na Barra da Tijuca, será possível separar água e óleo para tratamento das águas do estacionamento descoberto, além de contar com sistema de medição do recurso independente para cada unidade, entre outras ações.

O  bairro planejado Ilha Pura, também na Barra, tem uma estação de tratamento de águas cinzas no canteiro de obras, que permite reaproveitar o recurso que vem dos chuveiros e pias dos banheiros, atendendo aos mais de sete mil integrantes do local.

Quando o bairro for entregue haverá estação permanente de tratamento de água dos chuveiros e dos lavatórios para ser reutilizada nas bacias sanitárias, na irrigação do parque do bairro e na reposição da água dos lagos. Os lançamentos comerciais também têm soluções.

O Exatto Exclusive Offices, que a Rubi Engenharia vai lançar em maio, terá hidrômetros individuais; reaproveitamento da água de chuva; iluminação com sensor de presença e torneias com temporizadores e arejadores.

(O Dia)

 

Comentários

comentários

2017-12-20T12:55:36+00:00 27 de Abril de 2015|Mercado Imobiliário|0 Comentários

Deixe um Comentário