O que fazer com o feedback do cliente?

/, Mercado Imobiliário/O que fazer com o feedback do cliente?

O que fazer com o feedback do cliente?

Sabe-se que é importantíssimo ouvir, atentamente, os questionamentos e opiniões dos clientes. Porém, de nada adianta ser um ótimo ouvinte do consumidor, se não transformamos essas considerações em atitudes, efetivamente. No post de hoje, falaremos sobre o que fazer com o feedback do cliente. Confira!

É ótimo que uma empresa esteja sempre aberta a escutar seus clientes, inclusive, utilizando diversos canais de comunicação com eles, como site, redes sociais, telefone, email etc. Por isso, é importante utilizar todas essas (e outras) ferramentas, mantendo-as atualizadas.

Mas, se o cliente perceber que seus comentários não estão sendo transformados em atitudes de melhoria da empresa, perde a confiança não só no sistema (de comunicação entre as partes), como também, ainda pior, na própria empresa. Para evitar isso, sugerimos alguns passos:

  • Primeiramente, responda

Independente de ter sido uma crítica, um elogio, uma sugestão ou um comentário geral, a primeira coisa que deve ser feita é responder o cliente, agradecendo-o pelo contato e pela disponibilidade de procurar a empresa, dando sua opinião.

  • Esclareça

É essencial falar, para o consumidor, um pouco da empresa e sobre como ela lida com os questionamentos dos clientes, a fim de evidenciar que qualquer opinião é importante, vale a reflexão e tem grandes chances de ser transformada em melhorias na companhia.

  • Setorizando

Uma atitude importante é dividir os contatos dos clientes, internamente, em três grupos, lembrando, entretanto, que um mesmo contato do cliente pode se encaixar em mais de uma categoria, sendo elas:

– Elogios;

– Críticas;

– Sugestões.

  • Ação!

Depois de dividir as opiniões entre os grupos anteriormente citados, é preciso:

– Elogios: com relação a eles, é ótimo repassá-los aos departamentos ou funcionários responsáveis, reconhecendo seu bom trabalho e incentivando que continuem fazendo-o, esclarecendo os pontos elogiados, para que os outros funcionários identifiquem onde podem melhorar.

– Críticas: é preciso analisar se aquela crítica trata-se de algo consistente, relatado por mais de uma pessoa. Se sim, deve-se fazer uma reunião com o funcionário (ou grupo), a fim de traçar um plano para resolver a situação, evitando que aquela reclamação volte a acontecer.

– Sugestões: com relação às sugestões dadas pelos clientes, é preciso analisar a viabilidade de implementá-las, além de calcular o retorno que a organização poderá ter com essa atitude. A ideia também precisa “combinar” com a marca e com as estratégias da empresa.

E então, o que você achou das informações e sugestões que trouxemos na matéria de hoje? Esperamos que tenha gostado e que, com seu auxílio, consiga ter um ótimo relacionamento com seus clientes e suas opiniões, transformando-as, sempre, em algo construtivo para a empresa.

 

Não deixe de conferir nosso conteúdo relacionado:

Como reter clientes na sua empresa para aumentar as vendas

O que você precisa saber sobre o CRM

 

 

Comentários

comentários

2018-05-11T14:53:49+00:00 24 de Novembro de 2017|Gestão, Mercado Imobiliário|0 Comentários

Deixe um Comentário